Òrukós para os filhos do axé

Mais um grupo de iniciados recebeu o seu òrukó no Ilê Orixá, no dia 10/07/2015, longe de estar fugindo da tradição do batuque do Rio Grande do Sul, estamos reafricanizando alguns conceitos, através do resgate da cultura africana dentro do terreiro. O nome africano, após consulta a Ifá nos dias 16/06 e 10/07 de 2015, por Pai Alexandre de Oya Tofã e Pai Ronie de Ogum ficou definido como:

NOME

ORUKÓ

ORIXÁ

Ana Maria Heinrich

Osalalore (Oxalá tem bondade)

Oxalá Orumilaia

Cleber Ascal Borges

Osanyn Tobi (Ossanha é grande)

Ossanha

Divina Alves Borges

Osundara (Oxum é boa)

Oxum

Janaína de Souza Moraes

Oyasomi (Oya me protege)

Oya

Silvana Vieira do Nascimento

Sangogbami (Xangô me salvou)

Xangô

Confira o òrukós dos filhos dos anos anteriores [2013] [2014].

Confira também a entrega dos certificados dos anos anteriores: [2012] [2013]

Tweetar

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sem autorização por escrito - A apropriação indevida é crime.

* Texto escrito por Pai Ronie de Ogum , não autorizada a publicação em outros meios. Publicado em 13/07/2014

 Lei de Direito Autoral nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. 

Ilê Orixá -2011-2014 - Designer Pai Ronie Ogum Onire