Replantio do Akoko

 

 

Foi plantada no dia 7 de agosto uma muda de akoko, recebida pelas mãos do Prof. Jayro Pereira de Jesus, teólogo afro, presidente da ESTAF, que recebeu as mudas de Mameto Nangetu, do Instituto Nangetu, de Belém do Pará no dia 22 de maio de 2015.

Ter a oportunidade de akoko plantado dentro do axé é poder estabelecer laços diretos com nossa ancestralidade, já que o akoko é uma planta nativa da África e que participa de diversos ritos religiosos. Esta é a seunda vez que se planta akoko dentro do axé Ilê Orixá, a primeira foi no dia, 08 de março de 2013, após aquisição no Mercadão de Madureira. Segundo o Prof. Jayro, por ser uma planta de axé, ela precisa ser recebida, e não comprada, desta maneira, ter o akoko no solo de nosso axé, é receber um novo axé, que será utilizado exclusivamente para axés de saúde e prosperidade, já que esta planta está relacionado ao conhecimento, prosperidade e saúde.

A muda anterior, não brotou em nosso Ilê, e este ano tivemos a oportunidade de novamente a ter plantada dentro do axé.

Antes de ser plantada a muda de akoko foi deixada em água para desenvolver raízes, para isso ficou inicialmente no quarto de santo, foram dois os galhos recebidos, e um deles brotou em nosso Ilê, após mais de 60 dias na água. Por ser uma planta proveniente de regiões quentes, se torna difícel o seu plantio no sul do Brasil, mas que este ano, devido ao calor foi possível que se obtivesse sucesso no plantio. Que seja para brotar axé de alegria, axé de prosperidade, saúde e conquistas a todos aqueles que precisarem e buscarem esta ajuda no Ilê Orixá.

Nós do Ilê Orixá agradecemos além de Mameto Nangetu o Prof. Jayro Pereira de Jesus, que possibilitou que a muda de akoko chegasse até o Ilê Orixá.

 

Veja também o plantio do akoko anterior

 

Tweetar

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sem autorização por escrito - A apropriação indevida é crime.

* Texto escrito por Pai Ronie de Ogum , não autorizada a publicação em outros meios. Publicado em 31/08/2015

 Lei de Direito Autoral nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. 

Ilê Orixá -2011-2015 - Designer Pai Ronie Ogum Onire