Ilê Orixá entrega

tabuleiro de agradecimento no Sítio Ilê Ifé

Se é para agradecer por tudo que se conquistou até agora, que seja onde tudo começou. Este foi o sentimento sentido por Pai Ronie de Ogum e Pai Alexandre de Oya, que acompanhados de filhos do axé Ilê Orixá, entregaram tabuleiro de agradecimento ao ano de Xapanã e Obá e pediram um bom ano para os Orixás regentes do ano de 2015. Início porque antes da abertura do axé Ilê Orixá foi entregue neste mesmo local um tabuleiro pedindo que conseguissem a concretização de comprar o terreno onde hoje é o Ilê Orixá.

Nada mais correto do que todos os anos ir no mesmo local agradecer, pois é assim que se faz religião agradecendo o que se conquista, o que deu certo e também o que não deu da forma que queríamos, pois a vida não é feita somente de acertos, de vitórias. Viver aqui no aye é estar sempre pronto para aprender, para acertar, mas também para errar.

O tabuleiro estava previsto para ser entregue no domingo dia 21 de dezembro, no entanto devido a forte chuva, foi entregue na segunda-feira dia 21, levando todos os pedidos de agradecimentos e de novas conquistas para filhos e amigos do axé. O tabuleiro antes de ser entregue na água havia sido colocado no quarto de santo na sexta-feira anterior (19).

Quando se faz um tabuleiro é um momento de refletir, pensar no que foi feito durante o ano, e repensar as nossas atitudes frente ao sagrado para que o próximo ano seja melhor. Este deve ser o ciclo da vida, procurar sempre melhorar a cada dia. Melhorar em todos os apectos, e sobretudo nos tornando uma pessoa melhor.

Essencialmente um tabuleiro é sempre um axé de misericórdia, de agradecimento, de saúde, que faz aos Orixás da água, Oxum, Iemanjá e Oxalá.

Este ano além de entregar o tabuleiro de agradecimento, também foram entregues axés para Ogum, Oya e Ossanha, todos na mata, tornando a cada dia mais sagrado o local. Orixá é a própria natureza, e nenhum lugar é mais propício para colocar axés do que na natureza pura.

É importante lembrar que não depositamos nenhum tipo de material não biodegradável na mata ou na água, e todos os axés são colocados sobre mamonas, desta forma não se produz lixo.

Estiveram presentes nesta data os filhos do axé Cláudia de Iemanjá, Alexandre de Oxalá, Edgar de Xangô, Sheila de Bará, Divina de Oxum, Vitória de Xangô e Michele de Obá, que auxiliaram a conduzir o axé do início da mata, que este ano estava bem fechada, até o local onde foi colocado.

Abaixo confira o vídeo da entrega do tabuleiro, momento de muita emoção e respeito.

Confira os tabuleiros anteriorres [2012] [2013] [2014] [2015][2016]

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sem autorização por escrito - Ilê Orixá -2011 - Designer Ronie Ogum Onire

Publicado em 23/12/14 - Revisão em 13/07/2016 -  Lei de Direito Autoral nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. 

Tweetar