Tabuleiro de encerramento de ano

 

No dia 18 (sábado) de dezembro, foi realizada a entrega do tabuleiro de encerramento do ano do Ilê Orixá, juntamente com o Ilê Axé Orixá e Ilê de Oxum Docô, cada uma dos terreiros levou consigo um tabuleiro de seu axé, com pedidos de saúde, de agradecimento e também renovação de pedidos de saúde, harmonia e paz para o novo ano, para todos os filhos, netos, amigos e clientes que fazem com que o Ilê Orix´seja uma fortaleza de fé a todos os que estão nele.

"Chamamos de tabuleiro um pequeno quadro geralmente em madeira onde são colocados os axés a serem entregues, na maioria das vezes na água. O ideal é que seja feito em madeira, pois além de não gerar poluente ao meio ambiente (pois rapidamente se decompõe) ela flutua em caso exista necessidade. O mesmo tabuleiro pode ainda ser depois retirado e reaproveitado várias vezes, não existindo necessidade de descartar" (PEREIRA, 2016)

A entrega do tabuleiro no sítio Ilê Ifé fecha o ciclo de obrigações realizadas durante o ano, renova a fé de todos e fortalece o axé, já que Ilê Orixá iniciou no Ilê Ifé, com a entrega de um tabuleiro no ano de 2011, antes de se realizar a compra a sede do Ilê Orixá, desde então todos os anos se renova este axé, dando continuidade a um ciclo iniciado antes.

Desta forma o Ilê Orixá não está fudamentado apenas no axé plantado em sua sede, mas também no axé que se plantou e se renova todos os anos no seu sítio sede, no Distrito de Morungava-RS, onde foi plantado um tabuleiro para a aquisição da sede na cidade de Gravataí.

Mas não adianta entregar um tabuleiro, pedir saúde, pedir misericórdia se não mudamos nossas atitudes frente ao sagrado, pois para sermos ajudados devemos também ajudar, pois não se recebe axé sem doar axé, para receber saúde devemos ajudar quem está doente, para ter paz devemos fazer com que outras pessoas tenham paz. Se plantar discórdia é discórdia que receberemos. Nossas atitudes frente ao sagrado determinam o que recebemos do sagrado.

Pai Ronie de Ogum e Pai Alexandre de Oya agradecem a todos que prestigiaram e também entregaram um pouco de seu axé junto com os tabuleiros de encerramento e deseja saúde a todos que precisam e e que todos os pedidos qua foram entregues sejam atendidos, aliviando o sofrimento dos que precisam e levando o axé do orixás aos que neles acreditam.

Veja também: [2012] [2013] [2014] [2015][2016]
Tweetar

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sem autorização por escrito - Ilê Orixá -2011 - Designer e Texto Ronie de Ogum Onire

Publicado em 03/01/17 - Lei de Direito Autoral nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.