1
6 3
4

2015: o ano de Ogum e Oya

No último dia 20 de dezembro o Ilê Orixá se reuniu durante todo o dia para a sua limpeza de fim de ano nas suas dependências. Esta limpeza tem por objetivo receber os Orixás Ogum e Oya, regentes do ano de 2015. Nesta ocasião o Ilê Orixá recebeu a dezenas de amigos, filhos e clientes que buscaram a energia dos Orixás para se prepararem para o próximo ano.

Fazer uma limpeza consiste em passar axés de todos os Orixás pelo corpo de cada uma das pessoas. Todos antes da limpeza previamente estão com o corpo limpo, e chegando ao salão dos Orixás, lavam seus pés em ervas que são maceradas exclusivamente para este fim.

Após a limpeza, é realizada a marcação com linhas de cores que representam os Orixás regentes, é uma forma de deixar marcada as pessoas que estão protegidas pelos Orixás.

A limpeza  realizada tem a finalidade de nos despir de todas as energias negativas acumuladas no ano de 2014 para iniciarmos o ano novo limpos.  Estar limpo implica em estar também de coração limpo.

De nada adianta fazer uma limpeza, ficar o dia submerso no sagrado se ao chegar em casa, brigar com amigos e vizinhos, desejar o que é do outro e não levantar para trabalhar achando que seus problemas financeiros serão resolvidos.

Após a limpeza todos os axés que foram passados nas pessoas são retirados do salão e despachados, momento de grande importância, pois é quando de fato todas as energias ruins que foram recolhidas são levadas para longe, deixando desta forma todas as pessoas limpas para o próximo ano.

Entenda um pouco o próximo ano

O ano de 2015 será regido por Ogum juntamente com Oya, ambos Orixás de batalhas, de força. Ogum para alguns é considerado o deus da guerra e Oya/Iança a deusa dos ventos. Para alguns um complementa o outro. Ambos são Orixás de espadas, Orixás de frente, que ficam sempre lutando contra as adversidades, nos ajudando a enfrentar todos os problemas do dia a dia.

Os domínios de Ogum estão relacionados a tecnologia, ao trabalho com a terra, com armas e com o trânsito. São os Orixás que nos ensinam a construir, a conquistar e  a vencer.

Oya têm seus domínos na família, na união entre as pessoas, no fortalecimento de laços de amizade, na mudança que deseja-se fazer.

Ogum no Rio Grande do Sul é sincretizado com São Jorge e Oya/Iança com Santa Bárbara. Nos cultos de oyo e jeje praticados em nossa comunidade, representamos Ogum pela cor verde e Oya pelo vermelho. Desta maneira são cores favoráveis para o novo ano, sobretudo na entrada do ano, mas podendo ser utilizada em todos os momentos decisivos de 2015

Ogum é um Orixá de conquistas, de vitórias, desta maneira 2015 será um ano de muitas conquistas materiais para aqueles que buscam, para os que trabalham e não se acomodam. Ogum e Oya juntos estão em eterna guerra por seus direitos, pelo certo.
Ogum é o Orixá do trabalho, do movimento, mas todos devem sair para buscar um emprego melhor, Ogum, nos ajuda nas adversidades do dia a dia, mas nos lembra que sempre devemos correr atrás do que queremos. Não pode esperar acontecer. De nada adianta pedir emprego e ficar em casa, pedir união para Oya e criar desafetos.

Por outro lado sempre que estamos sobre a influência de uma força também  devemos ter cuidado, pois com  Ogum e Oya é necessário cuidado também. Será um ano propenso a muitos acidentes de carro,  a brigas e guerras, conflitos familiares. Mas também sob influência de Oya um ano de amores, de comprar a sua casa.

Oya é o Orixá da casa, e Ogum da estabilidade, não gosta de coisas  passageiras, é um ano propenso a aquisição de bens duráveis, de reatar compromissos, 2014, foi um ano de limpeza de colocar as coisas no lugar, ou em um novo lugar, para 2015, ser um  ano de construção, um ano de estabilidade, de vitórias para os que não possuem medo da luta.

O ano de 2015 terá também forte influência de Odé e Otim, Orixas que vivem na mata e responsáveis pelos objetivos a serem alcançados. Odé está ainda relacionado a fartura, é o Orixá da properidade. Juntamente com Ogum,  Odé e Otim nos lembram que para vencer em 2015 será necessário ter um foco, mas que nunca um objetivo para lutar. Pois não existe vitória sem luta.

Para iniciar o ano em sintonia com estes Orixás guerreiros é importante ter sobre a mesa um cesto com maças (para Oya) laranjas (para ogum) e uvas (para Iemanjá), e claro degustar um pedaço de carne de porco, para agradar a Odé.
Orixás gostam todos de fartura, neste sentido tudo é bem vindo.

Ao final de 2015, já estaremos sob influência de Iemanjá, Orixá que irá nos reger em 2016. Aos que não fizeram a limpeza de fim de ano, devem especialmente andar de coração limpo no próximo ano, pois, como dizem, sempre colhemos aquilo que plantamos. Quando se planta paz e harmonia é o que se colhe, se plantamos discórdia, é o que inevitavelmente será colhido.

7
10
2
5
8



[2011] [2012] [2013] [2014] [2015][2016]

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sem autorização por escrito - A apropriação indevida é crime.

* Texto escrito por Pai Ronie de Ogum , não autorizada a publicação em outros meios. Publicado em 28/12/2014

Ilê Orixá -2011 - Designer Pai Ronie Ogum Onire