Dia Mundial da Religião e

Dia Nacional de Combate a Intolerância Religiosa

Texto escrito por Pai Ronie de Ogum Adioko

 

Todos os anos no dia 21 de janeiro o mundo comemora o Dia Mundial da Religião e no Brasil comemora-se nesta mesma data o Dia Nacional de combate a Intolerância Religiosa. No mundo esta data é comemorada deste o ano de 1949, e foi proposta para que as pessoas repensassem suas posições frente as outras crenças, e se observarmos nossos dias vemos que muito pouco mudou no mundo, pois a uma grande parte da população mundial ainda não respeita as diferenças, acredita sempre estar correta e com isso criam guerras e conflitos em todo o mundo. Isso nos faz pensar que não basta existirem datas comemorativas se as pessoas não querem mudar a sua essência, mudar a sua forma de pensar, e se não conseguem ao menos tentar compreender como o outro pensa.

No Brasil não é diferente, muitos casos de intolerância religiosa, em um pais que se diz laico, onde todos devem serem iguais perante a lei, independente do credo que professam, que acreditam ou que cultuam. Todos acima de tudo devemos sempre respeitar o outro e este respeito deve ser não somente entre credos diferentes, mas também no mesmo credo, ninguém é o dono absoluto da verdade.

E ninguém possui o direito de desrespeitar ninguém pela forma que pensa, são sempre nossas atitudes que mostram quem somos e não o que falamos. Não basta dizer que é tolerante com todos se atitudes mostram o contrário. Não adianta dizer que é um religioso se prejudica as pessoas de qualquer forma. Não adianta frequentar uma igreja se quando não estiver nela, tenta tirar alguém de um emprego, fazer intrigas ou levantar injúrias, não adianta ir ao terreiro, pedir misericórdia, se fala de irmãos, se prejudica qualquer um ou ainda se escolhe quem vai respeitar ou desrespeitar. Tudo isso é intolerância.

E se de qualquer forma somos intolerantes não podemos cobrar dos que são intolerantes com nós, pois ninguém pode fazer uma coisa e tentar cobrar outra. Como já disse são nossas atitudes que dizem quem somos e não o que falamos. Axé aos que são de axé, amém aos que são de amém, saravá para os que são de saravá, aleluia para quem é de aleluia!

Publicado em 11/02/2017

[2015] [2016] [2017]

Todos os direitos ao Ilê Orixá Ogum Adioko e Oya Tofã - Texto escrito por Pai Ronie de Ogum Adioko

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sem autorização por escrito - A apropriação indevida é crime.

Para citar qualquel coisa deste site é preciso citar a fonte a autoria.

Tweetar