O início com Esú

ESÚ mu wa ni ominira lati ni anfani lati rin ati ki o wun.

Wa ototo ni o wa nigbagbogbo šii ati ti o si wa oju mi nibikibi ti mo ti lọ.

Esú nos traga a liberdade de podermos caminhar e de escolha.

Que nossos caminhos estejam sempre abertos e vós seja os meus olhos por onde eu passar.

 

Esú, conhecido na nação batuqueira como simplesmente Bará é o orixá responsável por tudo o que fazemos, o que não fazemos e também o que somos, pois nada é possível de ser realizado sem sua vontade, sem sua permissão, tudo passa por ele. Desta forma a comunidade de axé Ilê Orixá se diferencia por sempre, deste a inauguração do axé no ano de 2011 ir reverenciar na rua antes do início do toque este orixá de grande importância para a matriz africana. A saudação com pedidos e agradecimentos é sempre realizada com muita pipoca, que após ser colocada no cruzeiro é jogada sobre todos os presentes, fazendo com que o axé de Esú Bará seja estendido a todos os que estão no local, levando saúde, prosperidade, alegrias e paz para a casa de cada um.

Durante esta obrigação, para Pai Alexandre de Oya Tofã esta saudação foi diferente pois estava comemorando os 10 anos de sua mãe Oya Tofã, que pela primeira vez recebeu de comer por suas mãos, em uma obrigação iniciada ainda no mês de março e com termminação em 8 de abril, momento muito mais de agradecer por tudo do que pedir.

Pai Alexandre e Pai Ronie agradecem a todos os filhos e aos amigos que estiveram presentes durante a saudação ao orixá Bará Esú, e deseja que todos conquistem o que desejam e precisam para suas visdas, e que Esú esteja sempre ao lado de cada um, orientando, conduzindo e auxiliando na tomada de cada decisão.

 

 

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sem autorização por escrito - Ilê Orixá -2011 - Designer Ronie Ogum Onire

Publicado em 04/05/17 -  Lei de Direito Autoral nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. 

Tweetar