Chamado aos orixás na

comemoração dos 10 anos de Oya Tofã

 

Pai Alexandre de Oya, acompanhado de Pai Ronie de Ogum Adioko e de Mãe Fernanda de Xangô Fumilayo do Ilê Axé Orixá, madrinha de Pai Alexandre, realizou o chamado aos orixás, antes do toque de terminação, no dia 08 de abril, agradecendo por tudo, e pedindo por os que necessitam do axé de cada um dos orixás.

É um gesto de humildade e respeito cada vez que nos ajoelhamos em frente aos orixás para agradecer, para pedir ou ainda apenas para vê-los. O solo é sagrado e bater cabeça para conversar com os orixás é ter a oportunidade de um contato direto com o próprio sagrado, que se manifesta em toda a criação.

Não existe uma forma correta ou errada de se comunicar com os orixás, cada um aprende e faz da maneira que mais se sente próximo do sagrado, não importa se somos rápidos ou lentos, o que importa é sempre nosso coração, nossa fé e vontade de fazer certo, de fazer para o orixá o que fazemos.

Chamar os orixás para dar início a uma obrigação também pode ser entendido como avisar quem realmente é o dono do espaço que a obrigação irá iniciar e desta forma não estamos apenas comunicando mas também pedindo autorização, o seu consentimento e ajuda para que tudo ocorra de forma correta e de acordo com a vontade sagrada, pois nada pode ser feito sem que nossos orixás queiram, para tudo que se faz a vontade sagrada deve ser consultada previamente.

Pai Alexandre agradece a todos que estavam presentes durante o chamado aos orixás, e que junto a ele também fizeram seus pedidos e agradecimentos, que o axé de todos os orixás esteja sempre ao alcance de todos os filhos e amigos que acompanham a sua caminhada.

 

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sem autorização por escrito - Ilê Orixá -2011 - Designer Ronie Ogum Onire

Publicado em 11/05/17 - Lei de Direito Autoral nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. 

Tweetar