Prof. Pai Ronie de Ogum Onire Adiokô
Babalorixá no Ilê Orixá Ogum Adioko e Oya Tofã, Licenciado em Matemática pela Uniasselvi (2013), Graduando em Química pela Ulbra, Pós-Graduando em Especialização Matemática para Professores pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG

 

Fazer o certo


Todas as tradições religiosas em sua essência buscam a verdade e a ligação do homem com o sagrado. A origem  da palavra religião é latina, religare (religar o homem ao seu criador, ao divino). Cada crença, da sua forma, algumas a partir de ritos de passagem outras apenas pela conduta buscam a melhora do ser humano, para o aproximar de Deus. 

Nos cultos afro, não é diferente, os Orixás divindades yorubas, representam forças da natureza, energias, e os zeladores de santo são pessoas escolhidas para cuidarem destas energias. Cada um é livre para decidir de que forma cuidaremos, de que maneira utilizaremos a energia dos Orixás. Se será utilizada somente em benefício próprio, ou também para ajudar o próximo. 

Quando se gera poluentes na natureza, eliminam árvores, estamos nos afastando dos Orixás, quem prejudica, e faz o mal também se afasta. Pois os Orixás são união, e paz e properidade.

Quando nascemos, nosso Ori escolhe qual será nosso destino (odu) e um outro Orixá nos escolhe para sermos  seu filho. A escolha de Ori, dentre outras coisas depende de nossos ancestrais, com isso definirá como viveremos no aye. Não devemos questionar nosso Odu, e apenas fazer o que estiver a nosso alcance para fazer com que se enha uma vida melhor.

Prejudicar uma pessoa é fazer o mal para seu Orixá, para seu Ori, para o sagrado.

Quem não é de axé não tem esta concepção, mas como aceitar isso de quem a conhece? De quem é do axé?

Como entender um zelador de santo que inicia um filho, que por vaidade pessoal muitas vezes o prejudica. Podemos pensar que nunca foi um religioso ou que pode ter se perdido. A religião deve ser utilizada para fazer o bem. caso contrário não é religião. Pois a religião existe para religar o homem ao divino, para resgatar sua essência, para ajudar as pessoas a serem melhores a cada dia.

 

 
 

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sem autorização por escrito - A apropriação indevida é crime. Para citar qualquel coisa deste site é preciso citar a fonte a autoria. Ilê Orixá -2011 - 2015 Designer Pai Ronie Ogum Onire -

Lei de Direito Autoral nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. 

* Texto escrito por Pai Ronie de Ogum , não autorizada a publicação em outros meios.

Publicado em 11/09/2012 Atualizado em 10/06/2013

ATENDIMENTO COM HORA MARCADA

Rua Vidal Brasil, 559 - Novo Mundo - Gravataí - RS Fone: (51) 34974127 - 98382598 contato@ileorixa.com.br -

WhatsApp Pai Ronie 51 98382598 Pai Alexandre 51 82933850