Sopão Comunitário

 

No início da noite do último dia 11/08, o Ilê Orixá, reafirmando seu compromisso social, realizou Sopão Comunitário para as comunidades da Vila Maria, Vila Rica e Novo Mundo, reafirmando desta forma seus objetivos de integrar o terreiro as comunidades que o rodeiam.

Na Vila Maria, Vila Rica e Novo Mundo existem famílias carentes, que carecem de algumas condições básicas de saneamento e saúde.

Quando uma Casa de Axé abre as portas de seu terreiro para sua comunidade, minimiza o preconceito que a população possui e serve para eliminar um conceito errado que as pessoas possuem de um Ilê. Muitos pensam que a religião africana é um local para difundir práticas que prejudicam e fazem mal a todos, o que não é verdade.

Neste evento, o Sopão Comunitário foi servido a partir das 20 horas. Forão mais de 50 litros de sopa que diminuiram o frio e nutriram adultos e crianças que brincaram após se alimentarem.

Foram servidas mais de 50 pessoas que se alimentaram e muitos ainda levaram potes cheios para suas casa. Desta forma foi contribuído para minizar o frio e fome de muitos que se encontravam no local.

A possibilidade de ajudar o próximo sem esperar receber nada em troca é uma experiência gratificante, que deve ser um compromisso de todos do axé.

Atividades como esta, dentre outras coisas é uma forma de inclusão social, já que resgata uma parte da cidadania perdida por alguns e mostra que todos podem ser tratados com dignidade e carinho.

A valorização da vida e o resgate social são pilares para melhorar a qualidade de vida de uma parcela da população, o que ajuda na construção de uma sociedade mais digna e mais humana.

A religião africana através de seus dirigentes reune milhares de pessoas que frequentam suas casas para ajuda na solução de suas adversidades, e, esta parte da população entende (mesmo que pouco) da dinâmica da religião. Cabe a nós que fazemos a religião, mostrar aos que não frequentam nossos terreiros que todos nós ajudamos milhares de pessoas todos os dias, na saúde na conquista de um emprego, na orientação e na ajuda da construção de pessoas mais corretas.

A religião é para fazer o bem. Quando plantamos o bem, toda a energia da natureza conspira a nosso favor, nos fazendo evoluir e crescer. Ao contrário quem pratica o mal (vale destacar que em todas as crenças existem pessoas que praticam e ajudam o próximo e também aqueles que somente buscam o seu próprio conforto) faz com que essa energia seja afastada de nós.

Pai Ronie de Ogum e Pai Alexandre de Oya agradecem primeiramento a todos os Orixás pelas grandes alegrias propiciadas diariamente.

Agradecem a todos os filhos do axé que contribuíram para a organização do Sopão Comunitário, e em especial agradecem:

- A Gisele de Iança, filha de Pai Ronie que no início da tarde ajudou a selecionar, limpar e cortar os legumes que foram servidos

- A Rosângela de Xapanã, filha de Pai Ronie, que fez o sopão e ajudou a servi-lo a todos.

- Ao Sr Tupy, que após o Sopão, ajudou a organizar o local.

- A comunidade local que prestigiou e participou do evento

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sem autorização por escrito - Ilê Orixá -2011 - Designer Ronie Ogum Onire

Tweetar

 

 

* Texto escrito por Pai Ronie de Ogum , não autorizada a publicação em outros meios. Publicado em 12/08/2012

 Lei de Direito Autoral nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. 

Ilê Orixá -2011 - Designer Pai Ronie Ogum Onire