Ilê Orixá recebe o ano de 2015



Como costuma fazer no início de um novo ano, o Ilê Orixá após a troca da água das quartinhas, recebeu o novo ano com muita pipoca no cruzeiro próximo ao Ilê. A pipoca representa abertura, clareza e prosperidade, e no cruzeiro é utilizada para receber e saudar Bará, o primeiro Orixá a ser reverenciado, por isso para o Ilê Orixá, antes de saudar o Orixá do ano, saudamos Bará.

Quando temos o milho cru, este ocupa pouco espaço físico, após a pipoca estourar ela aumenta de tamanho, uma quantidade pequena de milho é capaz de produzir uma grande quantidade de pipoca é a multiplicação, multiplicação do axé, desta forma a pipoca é sagrada na religião, pois se multiplica, se transforma. Símbolo de fartura.

Também é símbolo de clareza, experimente jogar um punhado de pipoca no chão escuro e ver o quanto aparece, se destaca mostra o que existe em sua volta. É um dos principais alimentos servidos aos Orixás do seco.

Ao Orixá Bará, a pipoca representa tudo isso, um axé de força para executar o que é preciso, axé de conquistas e união. Pai Ronie de Ogum e Pai Alexandre de Oya desejam que esta força realizadora de Bará, esteja nas vidas de cada um, propiciando um ano de muito axé.












[2014 ] [2015] [2016]
Tweetar

Publicado em 17/02/2015