Filhos do axé – 13 anos de Ogum Adioko

Fotos: Natanael / Kayode

Mais uma obrigação realizada para os orixás no dia 27 de outubro, mais um momento para ficar na lembrança de cada um, e a família Ilê Orixá cresce e se fortalece cada vez mais, família constituída pelas diferenças de cada um, mas principalmente pelo respeito mútuo entre todos.  E as diferenças permitem o crescimento, pois ao conviver nos deparamos com diversas situações a serem vivenciadas e algumas vezes necessários para que sejamos seres humanos melhores.

Família onde quem entra se encanta pelos sorrisos, pela cumplicidade e união de todos, pois um axé é formado por pessoas com histórias de vida diferentes, que se cruzam, se ajudam e que juntos se unem para saudar o sagrado que habita em cada um.

A família Ilê Orixá de forma nenhuma é uma família religiosa perfeita, mas busca sempre melhorar, se desenvolver e permitir que todos sejam sempre importantes, pois desta forma cada vez mais se une, cada vez mais se tem condições de se desenvolver.

Pai Alexandre de Oya e Pai Ronie de Ogum agradecem a todos os filhos e netos do axé que fazem com que a família religiosa seja a cada dia mais maravilhosa, ajudando a todos a crescer e se desenvolver mais.

 

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 503 artigos
Pai Ronie é Licenciado em Matemática pela Uniasselvi, especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e cultura afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar