Sucessão do axé Ilê Orixá

No dia 29 de setembro, comemoração do aniversário de fundação do Ilê Orixá, Pai Ronie de Ogum Adioko e Pai Alexandre de Oya Tofã, reunidos com alguns filhos do axé que estavam presentes divulgaram para o axé que após consulta a Ifá, através de jogo de búzios, no dia 7 de setembro, Alisson de Oxalá Bocum dará seguimento na sucessão de Pai Ronie e de Pai Alexandre na condução do axé Ilê Orixá Ogum Adioko e Oya Tofã.

Foi destacado na ocasião que Pai Alexandre e Pai Ronie, não estão doentes e também não estão saindo da condução do axé, mas que é preciso já definir a sucessão para que ocorra com o tempo todo o aprendizado necessário. Pai Ronie destacou que Alisson de Oxalá será preparado para a função ao qual sabe que terá plenamente condições de seguir, com firmeza, fé e sabedoria necessária para a função.

Alisson de Oxalá Bocum, foi iniciado por Pai Ronie de Ogum, é filho consanguíneo de Cátia de Iansã Sessu e Anderson de Xangô, é sobrinho consanguíneo de Pai Alexandre de Oya Tofã, e acompanha o axé desde a sua fundação em 2011.

Foi destacado que em caso de dúvidas ou na possibilidade de decisões difíceis, Alisson de Oxalá deverá consultar Andrei de Orumilaia, seu irmão consanguíneio, e filho de Pai Alexandre de Oya para desta forma ter condições de decidir o melhor caminho, e ter sempre a melhor resposta.

Pai Ronie destacou que o axé de Ogum e Oya será conduzido no futuro pelas águas, que guiaram sempre o caminho correto, dando condições de perpetuar o axé.

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 488 artigos
Pai Ronie é Licenciado em Matemática pela Uniasselvi, especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e cultura afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar