Momentos da roda para os orixás

Durante a comemoração do aniversário do Ilê Orixá, o último dia 29 de outubro, foi realizado um toque para os orixás, em uma obrigação restrita aos filhos, foi possível todos se dedicarem ao sagrado, um momento somente de família, onde a ordem foi apenas de aproveitar o momento, apenas para receber graças do sagrado, momento também de agradecer e se deixar levar pelas rezas cantadas ao sagrado.

Estar em uma roda de batuque é estar em sintonia com o sagrado que habita dentro de cada um, onde todos são iguais, não importantam as diferenças sociais ou raciais.

Pai Ronie de Ogum Adioko e Pai Alexandre de Oya Tofã agradecem a todos os filhos pela dedicação e carinho ao sagrado, e em especial agradece ao diego de Oxalá, que conduziu o tambor.

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 488 artigos
Pai Ronie é Licenciado em Matemática pela Uniasselvi, especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e cultura afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar