Assentamento dos orixás Bará Lodê e Ogum Avagã de Pai Alexandre de Oya Tofã

Pai Alessandro de Ogum, de nação Oyo e Jeje, de Cachoeirinha, realizou o assentamento dos orixás Bará Lodê e Ogum Avagã de Pai Alexandre de Oya, de acordo com estes preceitos religiosos. Com estes assentamentos realizados no último dia 10 de dezembro, na mesma data em que Mãe Fernanda realizou o assentamento dos Ibejis de Pai Alexandre, ele fica com toda a sua obrigação completa.

Desta forma o Ilê Orixá passa agora a ficar com o Lodê e Avagâ de Pai Alexandre juntamente com o Bará Lodê e Ogum Avagã de Pai Ronie, que já encontra-se no Ilê desde sua fundação. Com isso, mais axé de prosperidade e segurança para todos os filhos e amigos que estão ou frequentam o axé, mais dois orixás que se somam para cuidar da fortaleza Ilê Orixá.

Bará Lodê juntamente com Ogum Avagã são os orixás responsáveis por cuidar do lado de fora do terreiro, também são os responsáveis por cuidar de todos os que entram na casa, ninguém passa sem que tenha sua presença observada. De acordo com nossa tradição religiosa, o cultto ao orixá Bará Lodê e Ogum Avagã, deve sempre ser realizado após a obrigação aos ancestrais.

Pai Alexandre de Oya agradece ao Pai Alessandro de Ogum, a Mãe Fernanda de Xangô Aganju e aos filhos que possibilitaram que esta obrigação ocorresse, que Lodê Alupagema e Avagã Jaré abra todas as portas que precisarem e que estejam sempre a frente de cada um, protegendo e auxiliando.

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 686 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar