Há 5 anos os primeiros orixás da Fortaleza eram assentados

Foto: Pai Ronie de Ogum Adioko / Arquivo Ilê Orixá

Foi no dia 8 de outubro de 2015, data em que Pai Ronie de Ogum Adioko cortou para todos os seus orixás dentro da Fortaleza Ilê Orixá, nesse momento, foi a ocasião de assentamento dos orixás dos primeiros filhos que tiverem orixás no assentados dentro do axé.

Para alguns apenas uma pedra, para outros uma missão de vida, como tudo que ocorre na vida cotidiana, e tudo que se faz, para alguns filhos um marco divisório nas suas vidas, um marco de crescimento, de alegrias e também de dedicação ao sagrado, que deve ser tratado e cuidado como um filho, para estes a vida e os orixás reservam as melhores oportunidades na vida.

Parabéns aos filhos Alessandra de Iemanjá, Cátia de Iansã e Adriana de Iansã por cuidarem de seus orixás desde o dia em que forem assentados e hoje estarem colhendo os frutos de sua dedicação ao sagrado.

Em 15 anos de religião de matriz africana, com certeza ainda falta muito por aprender e vivenciar, mas, aqui na Fortaleza o respeito ao ocutá e ao obé que cortou para Adioko e Tofã é para sempre, pois sem respeito não existe orixá e também não existe crescimento.

Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 835 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar