Reunião com os filhos de casa aberta

Fotos: Mãe Mariza de Oxum

A noite do dia 20 de agosto foi de apontamentos para a condução das diversas casas abertas pela Fortaleza Ilê Orixá, e conduzidas pelos filhos do axé nas cidades de Cachoeirinha, Gravataí, Sapucaia do Sul e Capão da Canoa, onde as rotinas diárias podem ser diferentes mas a responsabilidade e o axé é o mesmo.

E com o crescimento do axé estas reuniões se fazem necessárias para que sejam construídas estratégias para que o axé de cada casa seja o mesmo, e que todos mantenham a mesma sintonia com a Fortaleza Ilê Orixá, é sem dúvida momento de aprendizagem e de troca de experiências.

Pai Ronie de Ogum e Pai Alexandre de Oya agradecem apresença de todos os Ilês do axé que estiveram representados na ocasião, mais uma vez mostrando a força e a união de todos para juntos sempre se ajudarem e também sempre se desenvolverem.

Na ocasião estiveram representados os Ilê abaixo:

  • Ilê Orixá Iberê – Sapucaia do Sul
  • Ilê Orixá Iansã e Xangô – Capão da Canoa
  • Ilê Orixá Xangô Godô e Iemanjá Boci – Sapucaia do Sul
  • Ilê orixá Oxum Dioní e Ogum Olobedé – Cachoeirinha
  • Ilê Orixá Ogum Ajôjo e Oxum – Cachoeirinha
  • Ilê Orixá Ogum Bolá e Odé Bemi – Gravataí
  • Ilê Ilê Orixá Oxum Olobomi e Odé – Gravataí
  • Ilê Orixá Ossanha Lajupé e Oxum Ludú – Cachoeirinha
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 1048 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta