Saudação ao orixá Exú no cruzeiro

Fotos: Pai Ronie de Ogum e Vanize de Odé

Èsù gbe eni se ebo lore o”

(Exu sustenta quem faz o sacrifício corretamente)

O dia 10 de agosto, pouco antes de iniciar a homenagem aos orixás, organizada pelos filhos do axé Vanize de Odé, Pai Antonio de Oya, Volnei nde Ogum, Letícia de Iansã, Cleber de Ossanha e Jorge de Ogum, todos foram ao cruzeiro para prestar as homenagens ao orixá responsável pelo início das comemorações.

Orixá Exú, ou como a maioria conhece no batuque orixá Bará, é sempre o primeiro a ser homenageado e suas homenagens em dias de obrigação são sempre realizadas na rua, fazer o sacrifício de forma correta dentre muitas outras coisas também implica em colocar este orixá antes de cultuar qualquer coisa, pois é dele o direito de sempre ser o primeiro.

E para esta homenagem na rua ao orixá do início sempre se joga pipoca sobre o cruzeiro, anunciando a ele, que se irá iniciar, uma forma de pedir, de agradecer e também de apenas agradar, pois nada podemos fazer sem ele.

Que o axé de Bará Exú, ou como Pai Alexandre prefere de Exú Bará, esteja presente nos corações e na vida de todos, levando sempre muito axé de movimento, de alegrias, saúde e conquistas.

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 621 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar