Casamento religioso no Ilê Orixá – Igbeyàwó

Ocorreu no dia 27 de abril de 2019, o primeiro casamento religioso na sede do Ilê Orixá, as 20 horas e 30 minutos, tendo tido como celebrante Pai Ronie de Ogum Adioko, o rito foi realizado entre Anderson Jardim Matos, que é iniciado ao orixá Xangô e Cátia Silveira dos Reis, que é iniciada para o orixá Iansã.

Antes do início da cerimônia Pai Ronie lembrou que os noivos já eram casados, pois se casaram a 20 anos atrás em rito católico, tendo esta cerimônia um caráter de reafirmação de compromissos já assumidos.

No casamento religioso foram padrinhos do noivo Jorge André dos Santos Martins de Ogum  e Zulamir Ribeiro de Souza de Oxum e padrinhos da noiva Volnei Sandro Scoppel e Vanize Lopes da Silva de Odé.  Os padrinhos foram também as testemunhas do sacramento realizado no Ilê.

Para a realização da cerimônia Pai Ronie realizou consulta ao jogo de búzios,  tendo sido concedida a realização do rito, Ifá fo re, Ifá consentiu, em uma cerimônia chamada de Ijòhun. O que deixa claro que a cerimônia não pode ocorrer se não existir a concessão pelo jogo.

O casamento religioso teve a presença de dezenas de filhos e amigos do axé que prestigiaram a cerimônia e também serviram de testemunhas para a realização do primeiro rito realizado no Ilê Orixá.

Pai Ronie de Ogum, juntamente com Pai Alexandre de Oya desejam que esta confirmação do casamento de Cátia de Iansã e Andinho de Xangô seja para para reafirmar uma união já estabelecida, que seja apenas para trazer novas oportunidades, muita paz, saúde e harmonia.

Casamento registrado no IlÊ Orixá sob LIvro de Atas para este fim, folhas 1 e 2 , da Ata 01/2019.

 

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 662 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar