Confraternização com os filhos do axé

Os filhos do axé após reunirem-se para tratar sobre a obrigação de Oya Tofã e obrigação de filhos realizaram uma pequena confraternização na sede do Ilê Orixá, no dia 16 de fevereiro. Momento de relaxar, de conversas informais e também de brindar a vida, pois em um axé a vida sempre é valorizada. E todos devemos sempre saber agradecer pelo dia em que vivemos, por aquilo que temos, e por o que conquistamos em nossas vidas. É preciso saber sempre aprender com todos, a valorizar todos os momentos  que nos são permitidos. É preciso que todos de axé sejam mais unidos, pois nada se faz na religião dos orixás de forma isolada, todos precisam uns dos outros todos os dias.

Que o axé de todos os orixás juntamente com o ori de cada um permita sempre uma vida plena de realizações, conquistas, saúde e alegrias para todos de axé, presentes e não presentes. Em especial que todos do Ilê Orixá consigam sempre fazer com que a fortaleza  se consolide a cada vez mais nos corações de cada um, para que cada vez mais o axé dos orixás seja expandido. É o que deseja Pai Alexandre de Oya Tofã e Pai Ronie de Ogum Adioko.

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 574 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar