Decoração do quarto de santo

No batuque as vasilhas que contém os assentamentos dos orixás ficam no quarto de santo, o que faz que seja o local de maior importância dentro de um Ilê, e também o mais sagrado, pois é onde são realizados os ritos religiosos, onde são colocadas as nossas oferendas, os nossos pedidos. É onde se agradece e também onde tudo se recebe.

Na comemoração dos 12 anos de Ogum Adioko, realizada no dia 28 de outubro, cada detalhe foi pensado para poder trazer uma melhor harmonia entre as cores, entre as formas, a fim de acomodar melhor tudo o que seria entregue aos orixás para distribuírem como axé aos amigos que estivessem prestigiando a festa.

Nesta decoração a cor marcante é o verde, que homenageia Ogum, orixá guerreiro, mas também ligado ao culto das florestas, da agricultura e da tecnologia em geral, orixá que possibilita o progresso da humanidade, ligado a conquistas de espaços e territórios.

Embora o verde seja a cor predominante, todas as cores são utilizadas, pois cada cor representa um orixá, cada doce é entregue a uma divindade diferente, um axé diferente, e todos são igualmente importantes.

E para poder ter uma diversidade de axés é preciso ter uma grande fartura de doces, de flores, de frutas, pois quanto maior for a fartura do que está presente para distribuir também maior será a fartura do que se recebe, pois axé se doa para se receber. Distribuir fartura é distribuir axé.

Pai Ronie de Ogum e Pai Alexandre de Oya desejam que o axé dos orixás que distribuíram o axé presente nesta decoração seja para trazer alegria e conforto no coração de cada um, tornando todos os dias repletos de realizações.

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 602 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar