Momento apenas para agradecer

Fotos: Cláudia Ribas

Pouco antes de inciar a festa de terminação,  no dia 7 de abril, as 20 horas, Pai Alexandre conversou com os filhos do axé sobre a gratidão pela ajuda de cada um durante a obrigação de Oya Tofã e seus filhos, em especial Volnei de Ogum e Antonio de Oya que estavam realizando assentamento de orixás.

Para os que participam de uma obrigação grande sabem que a festa de terminação é apenas uma etapa de tantas que tiveram antes, quando se chega ao batuque de terminação todos estão cansados e também ansiosos para verem o desenrolar da obrigação, que movimenta a todos do axé, pois não se faz religião sozinho, pois todos precisamos uns dos outros e somos fortes no coletivo. Axé!

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 574 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar