Momento de saudar o orixá Exú Bará

ESU, ESU ODARA, ESU LANLU OGIRIOKO.
OKUNRIN ORI ITA, A JO LANGA LANGA LALU.
A RIN LANJA LANJA LALU.
ODE IBI IJA DE MOLE.
IJA NI OTARU BA D'ELE IFE.
TO FI DE OMO WON.
ORO ESU TO TO TO AKONI.
AO FI IDA RE LALE.
ESU MA SE MI O. ESU MA SE MI O. ESU MA SE MI O.
OMO ELOMIRAN NI KO LO SE.
PA ADO ASUBI DA.
NO ADO ASURE SI WA.
ASE.

Mensageiro Divino, Mensageiro Divino da Transformação,
o Mensageiro Divino fala com poder. Homem da Dança de encruzilhadas para o tambor.
Titile o dedo do pé do tambor. Mova além de discussão.
Discussão está ao contrário do espírito de Céu.
o me faça mal. Mensageiro Divino não me faça mal.
Deixe outra pessoa seja feito o mal. Mude meu sofrimento.
Dê-me a bênção do calabaça. Assim seja.

Vestidos de vermelho, como realiza antes de todos os toques, o Ilê Orixá reuniu-se antes do início para reverenciar o orixá responsável pelos nossos caminhos, por nossa vida e nossa continuidade no aye. Ele representa o movimento, o sangue que corre e a própria vida. Reverenciar Exú Bará é ter a possibilidade de reverenciar o início de tudo e dar condições que ela continue sempre.

Para a cosmovisão yorubá o orixá Exú é único, pois consegue estar em todos os lugares ao mesmo tempo, no presente e também no futuro, no início e no fim, consegue chegar antes de sair e também ver a morte antes do nascimento, é onipresente, pois está presente em todos os lugares ao mesmo tempo.

Exú está presente em qualquer tipo de vida, pois não existe vida sem ele, ele está presente em todos os lugares e também nãao está em lugar nenhum. É considerado um orixá brincalhão. Saudar Bará, é saudar a vida, a continuidade, o começo de tudo, por isso também ele representa o infinito.

Foi um momento de intensa religiosidade e fé, onde dezenas filhos de santo e alguns amigos acompanharam a saída do Ilê Orixá até o cruzeiro próximo ao Ilê para o reverenciar diretamente na rua, mesmo local de onde o quatro pé que se corta para Exú Bará Lodê sai até chegar no seu local de culto.

Que o axé de Exú Bará esteja acompanhando sempre a todos levando prosperidade, conquistas e vida, pois o maior axé que pode receber dele é a própria vida, que como ele é dinâmica e sempre se renova a cada novo dia.

 

Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 771 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar