Um pouco da decoração do peji

Fotos: Natanael /Kayode

A cor vermelha de Oya tomou conta do Ilê Orixá no último dia 13 de abril, pintando de vermelho todo o peji. Foi a cor predominante de doces, de frutas e flores que decoravam o ambiente para receber a força mágica que cada orixá.

E decorar o peji é uma forma de se demonstrar o carinho que temos com o sagrado, o carinho que se possui com quem cuida de nós, de nossa vida. Decorar o quarto de santo é sem dúvida uma forma de retribuir ao sagrado tudo o que recebemos e também mostrar que estamos gratos por isso. É também sem dúvida saber que deve-se respeito mesmo sem nada receber pois a vida é feita de bons momentos, mas também de momentos nem tão bons.

Que toda a fartura presente nesta noite tenha sido para alimentar cada vez mais a fé de cada um, trazendo equilíbrio, respeito, força e muitas conquistas, pois orixá não é luxo, não é dinheiro, mas com dedicação, fé e respeito nenhum orixá permite que falte alguma coisa para seu filho.

Adupé!

Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 784 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar