A fortaleza Ilê orixá e parte de sua sólida família

Idile dabi igbo, nigbati o wa ni ita o nipọn nigbati o wa ni inu rí i pé igi kọ̀ọ̀kan ló ní àyè tirẹ̀

Uma família é como uma floresta, quando você está do lado de fora é densa quando está dentro vê que cada árvore tem seu lugar

Fotos: Tiago Cechinel / Ijexá

São dezenas de rostos de histórias diferentes, vivências também diferentes que formam na fortaleza Ilê Orixá uma mesma família religiosa, unida pela fé e respeito aos orixás, uma família que não é formada por laços de sangue mas que os orixás uniram para juntos partilharem momentos de ajuda, de fé, de tolerância e também de aprendizados.

E fazer parte da família da Fortaleza é saber que sempre existe alguém que fica feliz por suas vitórias, que vibra por você e também que acredita em cada um que dela faz parte, ser da família Ilê Orixá é saber que juntos sempre somos mais fortes, pois a Fortaleza acolhe, respeita e ajuda todos os que desejam seguir a religiosidade como forma de ajudar e de fazer o bem coletivo.

E durante a obrigação que comemorou os 15 anos de Ogum Adioko e a obrigação de filhos, foi essa união que fez a diferença, que mostra a força do nosso axé, que cresce e se estabelece a cada dia mais, construindo vidas melhores todos os dias, pois a religião é uma ferramenta para a mudança de cada um.

Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 1048 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta