Abertura de Bará no toque em homenagem aos orixás Ogum, Oya e Odé

Texto: Pai Ronie de Ogum Adioko

Fotos: Alisson de Oxalá

Na noite de comemoração do aniversários aos orixás Ogum, Oya e Odé, no dia 11 de agosto, o tempo estava úmido e um pouco chuvoso, mas isso não foi impedimento para a saudação aos orixás da rua. A abertura para o orixá Bará foi realizada com a casa de Lodê e Avagã aberta e não na rua de costume em dias de tempo seco. A abertura foi conduzida por Volnei de Ogum, Antonio de Oya e Vanize de Odé, que estavam realizando a comemoração de seus orixás na sede do Ilê Orixá.

Após a saudação em frente a porta de Bará e Avagã, foi-se a quarto de santo, onde igualmente foram realizados agradecimentos e pedidos para Bará Agelú, Lanã e Adague, pois todos mesmo que não possuindo orixá assentado e não sendo de Bará, possuímos um Bará responsável por nós, que nos cuida e sempre junto de nosso orixá faz com que nossa vida seja sempre conduzida da melhor forma.

Ao saudar Bará todos podemos agradecer por nossas conquistas, pela vida e também pedir por emprego aos que precisam, pois sem este orixá nada se faz. Embora não seja superior a nenhum deles, pois todos são importantes e igualmente necessários para o andamento correto e adequado da vida e todas as demais atividades que estamos submetidos, desta forma estar bem é estar em equilíbrio com todos os orixás.

Alexandre Silveira dos Reis Pai Alexandre de Oya Tofã
Sobre Alexandre Silveira dos Reis Pai Alexandre de Oya Tofã 18 artigos
Pai Alexandre de Oya Tofã, é Licenciado em Ed. Física pela Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), é Especialista em História e Cultura do Rio Grande do Sul, é professor da Rede Estadual de Educação do RS e babalorixá no Ilê Orixá

Seja o primeiro a comentar