Filhos do axé – 13 anos de Ogum Adioko

Fotos: Natanael / Kayode

Mais uma obrigação realizada para os orixás no dia 27 de outubro, mais um momento para ficar na lembrança de cada um, e a família Ilê Orixá cresce e se fortalece cada vez mais, família constituída pelas diferenças de cada um, mas principalmente pelo respeito mútuo entre todos.  E as diferenças permitem o crescimento, pois ao conviver nos deparamos com diversas situações a serem vivenciadas e algumas vezes necessários para que sejamos seres humanos melhores.

Família onde quem entra se encanta pelos sorrisos, pela cumplicidade e união de todos, pois um axé é formado por pessoas com histórias de vida diferentes, que se cruzam, se ajudam e que juntos se unem para saudar o sagrado que habita em cada um.

A família Ilê Orixá de forma nenhuma é uma família religiosa perfeita, mas busca sempre melhorar, se desenvolver e permitir que todos sejam sempre importantes, pois desta forma cada vez mais se une, cada vez mais se tem condições de se desenvolver.

Pai Alexandre de Oya e Pai Ronie de Ogum agradecem a todos os filhos e netos do axé que fazem com que a família religiosa seja a cada dia mais maravilhosa, ajudando a todos a crescer e se desenvolver mais.

 

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 673 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar