Hora de dançar ao orixá

Em toda festa de batuque é sempre hora de dançar ao sagrado, hora de dançar ao orixá, momento de dançar e também sentir o mito que nos conta a história de cada orixá, pois dançar e ver o orixá dançar é buscar um pouco do seu entendimento, e também viver um pouco da sua história.

No último dia 27 de setembro o Ilê Orixá comemorou os seus 8 anos de fundação, com homenagem ao orixá Orumilaia, pois a cada novo ano através do jogo de búzios Pai Alexandre de Oya e Pai Ronie de Ogum definem qual orixá será homenageado durante a festividade em homenagem a fundação do axé.

A cada nova festividade novas são as emoções que contagiam, novas são as alegrias e também a vontade de sempre tentar fazer o melhor ao sagrado. Pai Ronie de Ogum e Pai Alexandre de Oya Tofã agradecem todos que estiveram presentes na comemoração desses 8 anos.

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 671 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar