Ilê Orixá entrega tabuleiro no sítio Ilê Ifé

Na tarde do dia 30 de dezembro, Pai Ronie de Ogum e Pai Alexandre de Oya, acompanhados dos filhos do axé Sheila de Bará, Marcelo de Ogum e Rosângela de Xapanã, entregaram tabuleiro nas águas doces do Lago Oxum Dioni, como forma de agradecimento pelo ano de Oxalá.

O tabuleiro foi todo forrado com folhas de boldo (tapete de Oxalá) em sua volta. A Oxum, Orixá da fertilidade, da beleza e da harmonia foi lhe entregue 16 quindins, Iemanja recebeu conchas do mar, pedaços de melância e Oxalá pedaços de coco e merengues. Um axé de muita doçura para todos da família Ilê Orixá e amigos que compartilham do axé.

Este tabuleiro inicialmente foi colocado no quarto de santo do Ilê Orixá, onde os filhos do axé colocaram, moedas, e pedidos de agradecimento e axés para o próximo ano. É um ritual de encerramento de um ciclo, encerramento do ano de Oxalá, e recebimento do ano de Xangô. Oxalá nos preparou em seu ano com sabedoria para enfrentas as adversidades impostas pelas mudanças do ano da Balança e do Raio, que será conduzido por Xangô e Oya.

Entregar um tabuleiro é pedir para Oxum, Iemanja e Oxalá, que nos abençoem, que noz tragam paz, tranquilidade e calmaria. O tabuleiro é um axé de misericórdia e agradecimento, é um pedido que se faz aos Orixás de mel, para nos acompanharem e nos ajudarem nas nossas adversidades diárias, são Orixás de muita sabedoria.

O tabuleiro foi conduzido até o lago sob cânticos dos Orixás Oxum, Iemanjá e Oxalá e ao som de sinetas, dentro da mata virgem que rodeia o lago. Foi um momento de intensa reflexão e encontro com o sagrado, e de muito agradecimento.

Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 1048 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta