Ilê orixá realiza o batizado de crianças

Na última sexta-feira, dia 27 de setembro foi realizado mais um rito de batismo (Isomoloru) dentro das dependências do Ilê Orixá. O rito foi conduzido por Pai Ronie de Ogum Adioko e acompanhado por Pai Alexandre de Oya Tofã, filhos do axé e alguns amigos da casa.

Com este rito de batismo já se somam um total de onze crianças que foram batizadas de acordo com os preceitos de nossa religião africana, e coloca o axé como uma casa onde as crianças podem ser batizadas de acordo com nossa tradição, sem a necessidade de utilizar de ritos de outros credos, e ainda é importante salientar que não é necessário a criança ser do axé.

O batizado não consiste em um rito de iniciação, o que desta forma não coloca nenhuma criança sob responsabilidades religiosas. E ao não se tratar de um rito iniciático qualquer criança pode ser batizada dentro de nossa tradição, para isso é necessário apenas que os responsáveis pela criança preencham solicitação anteriormente e desta forma será agendado data para a realização de batismo, que atualmente no Ilê Orixá é disponibilizada uma data anual.

Na ocasião foi realizado o rito de batismo das crianças:

  • Renata da Silva Pereira, filha de Marcelo Tadeu Pereira e Vanessa da Silva, apadrinhada por Jader Juarez da Rosa e Simone de Lima da Rosa
  • Vitória Gabrielle da Silva Pereira, filha de Marcelo Tadeu Pereira e Vanessa da Silva Pereira, apadrinhada por Alexandre Silveira dos Reis e Ronie Ánderson Pereira
  • Ana Clara Barcelos Fonseca, filha de Rodrigo Trindade fonseca e Caroline Vargas Barcelos, apadrinhada por Janaína de Souza Moraes e Isabel Cristina Gonçalves Amaral
  • Isabella Barcelos Machado, filha de Alan Patrick Lopes Machado e Caroline Vargas Barcelos, apadrinhada por Isabel Cristina Gonçalves Amaral e Janaínaa de Souza Moraes
  • Pietro ribas de Oliveira, filho de Tânia Ribas de Oliveira, apadrinhado por Volnei Sandro Scoppel e Vanize Lopes da Silva

Com o batizado a criança ficada amparada, tendo mais proteção em sua vida, mais propensa ter menos problemas de saúde e também estando mais sujeita a se desenvolver melhor, que todas as crianças que receberam o batismo tenham a cada dia mais condições de viverem de plena e saudável suas vidas.

Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 889 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar