Maceração da mostarda para o Amalá

O amalá de Xangô já começou a ser preparado no Ilê Orixá, pois a mostarda já foi macerada no dia 4/09. Após ser macerada a mostarda é lavada e congelada para ser adicionada a carne de carneiro que será utilizada para o preparo do tradicional Amalá de Xangô, na obrigação do mês de outubro. No Ilê Orixá somos oriundos da bacia de Xangô, desta forma sempre que se faz obrigação é importante ter o amalá como comida ritual a ser servida, não só no quarto de santo, mas também aos convidados e amigos.

O Amalá é a principal comida ritual de Xangô, e a que requer maior cuidado durante o preparo, e a maceração é o primeiro passo, onde se faz a seleção das folhas que estiverem ruins e retirar-se os talos de todas as folhas, para somente então inciar o processo de maceração, onde as folhas são trituradas com as mãos até que se retire todo o amargo que existe na folha, em processo lento e repetitivo, com muitas trocas de água.

Pai Ronie de Ogum Adioko e Pai Alexandre de Oya Tofã agradecem a todos os que auxiliaram na maceração da mostarda e desde já desejam axé de Xangô.

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 571 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar