Novos orixás são assentados por Pai Alexandre de Oya

O dia 8 de abril, na sede da Fortaleza Ilê Orixá, foi a data de dar sequência a obrigação de Oya Tofã e seus filhos, na ocasião foram assentados novos orixás por Pai Alexandre de Oya, na mesam ocasião que cortou para Oya Tofã e demais de seus orixás, concluíndo os orixás que faltavam para alguns filhos e iniciando o apronte deoutros, em uma clara sequência de movimento constante que se vive dentro do axé.

E devido a pandemia de Covid que está entre todos nós, dievrsas medidas foram tomadas dentro do axé, para preservar a saúde de todos, medidas preventivas, de acordo com o solicitado com os órgãos competentes e também diversas ações religiosas, concluindo a obrigação em pleno êxito de sucesso, como todas as demais obrigações realizadas dentro do axé da Fortaleza.

Foram assentados orixás para os filhos abaixo, e com estes orixás seguem a raíz da Fortaleza, uma raíz forte e sustentada pela verdade de um axé:

ALISSA DE OYA, assentou seus primeiros orixás e junto deles recebeu o seu axé de tambor. Foram assentados os orixás: Bará, Ogum, Oya, Xangô, Ossanha, Xapanã, Oxum, Iemanjá e Oxalá

ANTONIO DE OGUM, que realizou o assentamento de seus orixás Odé, Otim e Ibeji, que se somam aos seus orixás já assentados

CRISTIANO DE ODÉ, que assentou os seus primeiros orixás: Bará, Ogum, Oya, Xangô, Odé, Otim, Ossanha e Oxum

LETÍCIA DE IANSÂ, que nessa obrigação assentou os seus orixás que ainda estavam faltando, e com isso concluiu a sua obrigação. Foram assentados os orixás: Odé, Otim, Xapanã, Ibeji e Orumilaia

VOLNEI DE OGUM, durante essa obrigação foi realizado o assentamento de seus orixás que faltavam para completar a sua obrigação, ficando assim com todos os seus orixás assentados. Foram assentados os orixás> Xangô, Odé, Otim, Obá, Ibeji, Iemanjá e Oxalá

ZULAMIR DE OXUM, que durante este período de obrigação realizou o assentamento de seus primeiros orixás: Bará, Ogum, Oya, Xangô, Oxum, Ossanha e Oxalá.

Que todos que cumpriram obrigação aos seus orixás sejam cobertos de muitas alegrias, de muita paz, de saúde e prosperidade sempre, para que todos consigam ter uma vida plena e feliz na sua vida, pois orixá busca sempre o melhor para cada um de seus filhos.

Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 973 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar