O axé do aforiba

O axé do aforibá ou como é conhecido por alguns babalorixás e yalorixás a dança do atã, é o momento onde é retratado no batuque o mito onde Oya embriaga Ogum, para fugir com Xangô. Durante a dança todos no salão param para observar a representação do mito, um momento de intensa religiosidade, fé e beleza, um dos pontos altos do batuque gaúcho.

O Ilê Orixá como sendo uma casa conduzida por Ogum e Oya, sempre realiza o aforiba durante seus batuques, pois entende que faz parte da cutura do batuque e da representação do mito entre Ogum e Oya, mito este que já está se perdendo em boa parte das casas de axé do Rio Grande do Sul.

Para fazer com que os seus filhos compreendam o aforiba, o Ilê Orixá realizou oficina em 2014 sobre o ritual do aforiba, que podes ser visualizada clicando aqui

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 608 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar