Procedimentos sobre corte

Fotos: Priscila de Ogum

O Ilê Orixá sempre esteve preocupado com seus filhos aprenderem, assim surgiram as oficinas, que possuem por objetivo fazerem com que os filhos novos conheçam o que ainda não sabem, faz com que os antigos se desenvolvam melhor e desta forma melhora o desenvolvimento do axé.

Já foram muitas as oficinas realizadas na sede do Ilê, e a cada um delas novos são os aprendizados e principalmente dúvidas que são eliminadas, no dia 13 de março deste ano, após reunião com os filhos do axé foi realizada oficina sobre “Procedimentos sobre o corte”, esclarecendo dos filhos que estavam presentes dúvidas de ecós, forma abrir aves ou 4 pés e ainda a função de cada etapa.

Foi destacado a importância e necessidade de atenção durante todas as etapas do processo, pois todos são importantes e o resultado final é sempre de acordo com a correta realização de todas as etapas, e que o axé final é sempre o resultado sobre o que todos fazem.

Durante a oficina vários foram os assuntos abordados que se desenrolaram após o início da discussão, gerando um debate rico de informação e possibilitando que muitas arestas fossem corrigidas em conjunto, pois na coletividade todos sempre podem aprender.

Pai Ronie de Ogum Adioko e Pai Alexandre de Oya Tofã agradecem o empenho de cada um que esteve presente, e deseja que todos recebam muito axé de saúde, oportunidades, alegrias e harmonia nas suas casas.

Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 1048 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta