Retorno dos orixás ao quarto de santo

Hoje após quase quatro meses de intensas reformas os orixás e demais obrigações da Fortaleza retornaram para o seu local, após passarem o tempo no salão dos orixás. E antes que alguns digam que os orixás vieram da África, andavam no barro e eram simples, também acreditamos nisso. Mas assim como também nossos ancestrais vieram e viveram com as mais diversas privações, o que não faz com que devemos passar, se temos condições de viver melhor.

A reforma do quarto de santo envolveu diversas etapas, a troca do piso cerâmico por porcelanato, a colocação de gesso, azulejos nas pares e por fim a colocação de armários sob medida com vidros para a obrigação de todos do axé, não somente a obrigação de Adioko e de Tofã, pois a hierarquia existe, mas todos somos iguais.

Desde a inauguração do Ilê Orixá o quarto de santo já passou por diversas mudanças e transformações que fizeram o espaço sagrado modificar diversas vezes devido todas as mudanças que ocorreram na Fortaleza, mudanças essas que tornam o espaço a cada dia mais belo, mais confortável e de acordo com as necessidades do axé.

O novo quarto de santo, agora plenamente pronto é o reflexo de todas as alegrias que colhemos dentro do axé todos os dias. Cada um dá o que possui condições.

Orixá nunca foi e nunca será luxo, mas se o orixá nos dá condições de viver bem é preciso fazer com que o espaço dedicado para eles seja sempre adequado a realidade que vivemos.

Que o novo espaço seja para que a magia do orixá seja sentida a cada dia mais, com muita paz, harmonia e alegrias na vida de cada um, possibilitando sempre caminhos de prosperidade e crescimento contínuo. Axé da Fortaleza para todos! Adupè!

Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 889 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar