Fortaleza Ilê Orixá inaugura a Casa do Axé

Fotos: Pai Ronie de Ogum

O dia 18 de outubro deste ano marca a inauguração de mais um espaço para ser integrado na Fortaleza Ilê Orixá, a nova Casa do Axé. A Casa do Axé vai abrigar além um quarto, que se soma as demais da casa, mais dois banheiros, cozinha, lavanderia, despensa e uma sala de apoio, além de churrasqueira ampla. Agora com este novo espaço facilita ainda mais a organização do axé, diminuindo ainda mais as atividades a serem realizadas e também criando um espaço a cada dia mais adequado ao axé.

A história da casa do axé se mistura com a história do Ilê Orixá, quando foi adquirido o terreno anexado ao lado do salão dos orixás, no ano de 2014, haviam duas casas velhas em madeira, uma na frente e outra nos fundos. Na casa dos fundos e da frente haviam moradores que locavam o espaço para o antigo proprietário, logo ao ser adquirida a propriedade, e ser anexada ao Ilê Orixá, a casa do lado ficou vazia, e ai nasceu a expressão Casa do Axé.

A fim de não deixar o espaço sem utilização se reservou este espaço para montagem de axés, para auxiliar e na troca dos axés dos Barás, em pouco tempo a casa dos fundos também saíram os inquilinos, e como axé não tinha interesse em manter a locação, a Casa do Axé passou para a casa dos fundos, e então a casa da frente foi demolida.

A Garagem, que está anexa a construção principal, é onde antes havia a casa da frente, e no último espaço da Casa do Axé, hoje fica a nova construção toda em alvenaria com condições de acesso na parte superior também desse espaço.

Para a identificação do espaços foram confeccionadas por Jorge de Ibeji placas em madeira, de forma artesanal, que identificam os espaços principais organização, tornando o ambiente ainda mais receptivo e organizado.

A Casa do Axé agora é de todos do axé, é de todos da Fortaleza, axé sempre em movimento para movimentar a vida de cada um que está sob o axé de Ogum e Oya, axé para crescer, para dar frutos e viver sempre de forma plena no aye.

Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 889 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar