Intervalo no toque em homenagem aos orixás Ogum, Oya e Odé

Texto: Pai Ronie de Ogum

Fotos: Alisson de Oxalá

No dia 11 de agosto 2018, no intervalo da homenagem aos orixás de Antonio de Oya, de Volnei de Ogum e Vanize de Odé, ocorreram  momentos de confraternização, de rever uma parte da comunidade local, de encontrar amigos e irmãos do axé. O  toque foi fechado, sendo disponibilizado somente para a família Ilê Orixá e comunidade local, já que a festa aberta para todos é a homenagem para Oya Tofã no mês de abril e a homenagem para Ogum Adioko no mês de outubro.

Mas de maneira nenhuma fazer um xirê fechado faz com que ele seja de menor importância, pois a dedicação é sempre a mesma, sempre o mesmo carinho. Deve-se sempre fazer para o santo, para os orixás, fazer sempre para o sagrado, não importando se temos poucas pessoas presentes ou muitas, se é aberto ou fechado. O Respeito a gente mostra em nossas atitudes.

 

Alexandre Silveira dos Reis Pai Alexandre de Oya Tofã
Sobre Alexandre Silveira dos Reis Pai Alexandre de Oya Tofã 18 artigos
Pai Alexandre de Oya Tofã, é Licenciado em Ed. Física pela Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), é Especialista em História e Cultura do Rio Grande do Sul, é professor da Rede Estadual de Educação do RS e babalorixá no Ilê Orixá

Seja o primeiro a comentar