Saudação ao orixá Exú Bará

Exu é o dono dos caminhos. É o movimento. É o princípio dinâmico da vida. É o mensageiro de dois mundos, este em que os homens rogam, o outro em que os deuses acodem. No pedido vai sempre um agrado antecipado. É Exu quem sabe para onde as oferendas devem ser levadas e quem primeiro as recebe. (Mendonça, 2019)

Fotos: Tiago Cechinel / Ijexá Produtora Afro

A noite do dia 25 de setembro, dia em que a Fortaleza Ilê Orixá se mobilizou para comemorar os 13 anos de Oya Tofã e e os 9 anos de fundação do axé, além da obrigação de filhos, o orixá Exú Bará foi reverenciado no cruzeiro antes do inicio do toque, forma que o axé faz desde a sua fundação no ano de 2011.

E com este axé sempre de crescimento, de força e de prosperidade e abertura é o que a Fortaleza Ilê Orixá deseja que seja a vida de cada um dos que pela Fortaleza passaram durante as comemorações, possibilitando muitas aberturas de portas, de novos caminhos e possibilidades de mudanças sempre positivas na vida, sempre com axé de muita prosperidade e fartura.

Referência

MENDONÇA. Tatiana. Dono dos caminhos: como Exu, o mais humano dos orixás, foi associado ao diabo A tarde. Disponível por https://atarde.uol.com.br/muito/noticias/2045283-dono-dos-caminhos-como-exu-o-mais-humano-dos-orixas-foi-associado-ao-diabo Acesso 09 set 2020

Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 917 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar