Troca da água das quartinhas

Enquanto para alguns a noite do dia 31 de dezembro é apenas uma noite de festa, para o Ilê Orixá, é o momento do último rito religioso do ano, a troca da água de todas as suas quartinhas, para que o ano novo inicie com axé de renovação, de mudança de rumos, de novas oportunidades, para deixar no ano que termina todas as pendências, para que o ano inicie com novamente cheio de oportunidades, saúde e harmonia.

A troca das águas representa também a renovação do axé, que como o novo ano se renova todos os anos ao final de cada ano, dando sempre a certeza nos seres humanos que a vida é sempre possível de ser reconstruída, com fé e amor ao sagrado.

Pai Alexandre de Oya e Pai Ronie de Ogum desejam que o ano que se inicia em 2020, que para o axé será regido pelo orixá Ogum, acompanhado de Oya, um ano repleto de alegrias para todos que partilham do axé da Fortaleza, possibilitando que os sonhos de cada um sejam plenamente realizados.

Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 773 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar