Uma pausa no tambor

Enquanto pausa o tambor é hora sempre de ir um pouco para fora do salão, tomar uma água, descansar o corpo e também poder comer alguma coisa, pois todos cansam, o cansaço nunca é apenas de uma pessoa, é de todos.

Abaixo um pequeno registro no intervalo durante as comemorações dos 8 anos de fundação do Ilê Orixá, que ocorreu no último dia 27 de setembro, em homenagem ao orixá Orumilaia, com toque fechado somente aos filhos do axé.

Pai Alexandre de Oya Tofã e Pai Ronie de Ogum Adioko agradecem a todos os filhos do axé que prestigiaram e desejam alegrias, prosperidade e saúde a todos que fazem parte desta família, pois o que hoje é o Ilê Orixá é sem dúvida o resultado de tudo que todos fazem, pois nunca fazemos religião sozinhos, sempre devemos ajudar e também sermos ajudados, religião é sempre coletividade. Axé

Pai Ronie de Ogum Adioko
Sobre Pai Ronie de Ogum Adioko 671 artigos
Licenciado em Matemática (Uniasselvi), Graduando em Química (UNIP), especialista em Mídias para educação (UFRGS), especialista em história e Cultura Afro (Uniasselvi). É babalorixá no Ilê Orixá, escritor, professor e estudioso da religião de matriz africana.

Seja o primeiro a comentar